Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

O que não dizer e o que dizer a uma pessoa com depressão:

1) Você só precisa se animar! A depressão afeta vários aspectos do funcionamento de uma pessoa. Se animar, se refere a um aspecto passageiro do humor. A pessoa depressiva não escolhe estar deprimida, ela simplesmente está. Sugerir que ela se anime não é algo passível que ela faça sozinha e essa cobrança pode fazer com que a pessoa se feche. O que dizer? “posso te acompanhar no que você gosta/gostava” ou “com o tratamento, você se sentirá melhor”.

2) Você precisa de Deus/ajuda espiritual. O apoio espiritual é bom para alguns pacientes, mas isso não significa que essa é a única causa da depressão. A depressão é uma doença e precisa ser tratada em todos os aspectos que afeta, a religiosidade é apenas uma delas. Limitar a depressão a ausência de Deus gera culpa e constrange a pessoa a procurar ajuda que precisa. O que dizer? “posso ir ao culto/serviço/missa com você, se não puder ir sozinho”.

3) Eu sei o que você está sentindo. Mesmo que essa fala de alguém que já enfrentou a depressão, ela pode ser sufocante. O diagnóstico pode ser o mesmo, no entanto a vivência da dor é algo único e não pode ser comparada. O que dizer? “eu consigo perceber que sua dor é enorme”, “percebo que você está sofrendo”.

4) Você tem que aprender a superar isso. A pessoa com depressão já lida com suas culpas e cobranças internas. Essa fala apenas aumenta a sensação de fracasso que o paciente já sente. O que dizer? “aos poucos, vamos lidar com isso” ou “estarei aqui para ajudar você a lidar com isso”.

5) Você não tem motivos para estar deprimido. A depressão não é baseada numa relação de causa e efeito, mas sim numa série de variáveis que altera a percepção do mundo e o ser e estar no mundo. Não se trata de uma escolha do paciente. O que dizer? “estou aqui se quiser falar sobre o que está acontecendo. Posso não entender, mas ouvirei sem julgamentos”.

6) Você só tem que sair de casa. O isolamento é um sintoma da depressão muito comum. O paciente sente que o mundo é muito pesado ou que não conseguirá interagir de forma aceitável. O que dizer? “se quiser sair, posso te acompanhar” ou “farei uma caminhada, deseja ir comigo?”.

7) A vida é dura Essa fala só aumenta a sensação de fracasso do paciente em lidar com suas demandas, já que ele se sente o único a não “dar conta” de sua vida. O que dizer? “você não precisa lidar com isso sozinho” ou “estou aqui, caso precise de ajuda”.

8) Você tem que se ajudar A depressão pode ser, em muitos casos, incapacitante. Mesmo que saiba, cognitivamente, que precisa de apoio, nem sempre tem forças para procurá-la sozinho. Para outros pacientes, admitir que precisa de ajuda profissional é muito difícil e é necessário que as pessoas próximas indiquem que existe essa necessidade. O que dizer? “você está doente. Pode contar comigo, mas não posso ajudá-lo a se tratar. Precisa de ajuda para procurar um profissional?”.

9)Todo Mundo tem esta tristeza! Deprimido entende: ou ninguém entende o meu sofrimento, ou sou de fato mais fraco que os outros. A depressão é uma doença de base orgânica, como o diabetes ou o hipotireoidismo. Portanto, a atitude frente ao deprimido deve ser a mesma que se teria frente a estas outras doenças. Ninguém mandaria uma pessoa com hipotireoidismo “tirar umas férias” ou um diabético “reagir”. Na depressão, este tipo de conselhos reforça a tendência que a doença causa de baixa autoestima, sentimentos de culpa e de inferioridade. Não usem estes conselhos. Por mais bem intencionados que sejam. Como nas outras doenças, o deprimido não precisa de “conselhos”, mas sim de tratamento adequado.

10.“Não aguento mais sua irritabilidade, vai procurar um psiquiatra”, ou “Acho horrível você passar o dia na cama, vá se tratar”

Diga algo como “eu sei que você tem passado por muito estresse, e isto esta te atrapalhando o sono e te deixando muito tenso (a). Procure um tratamento para você aliviar este sofrimento”.

Frases simples que você pode dizer e que irão ajudar muito:

“Estou aqui.”

Pequenos gestos podem significar muito. Dizer que você está à disposição – e demonstrá-lo – ajuda mais do que você imagina. “Familiares, amigos e parceiros têm que dar apoio sem fazer críticas – mesmo que seja simplesmente ajudando a marcar uma consulta, a tomar remédios ou a manter a rotina.”

“Você não está sozinho.”

Estar deprimido parece dirigir um carro sozinho num túnel escuro. É importante que as pessoas queridas deixem claro para quem sofre da doença que elas não têm de passar por isso sozinhas.

“Não é culpa sua.”

Lembrar as pessoas queridas que elas não têm culpa por estarem deprimidas é crucial no processo de cura. É importante deixar claro que você entende que a depressão é uma doença, assim como a gripe é uma doença.”

“Eu vou com você.”

Isso vale para consultas com o terapeuta, com médicos ou até mesmo para ir à farmácia. “Não existe cura do dia para a noite, mas estar presente ajuda muito no tratamento”. “A única coisa mais difícil do que incentivar alguém a se tratar é garantir que a pessoa complete o tratamento. Oferecer companhia significa apoio, indica que é uma doença tratável e que não vai embora sozinha.”

Contato:16-9 91249738

Av. Dr. Carlos Botelho, 1158 - Centro, São Carlos - SP, 13560-251, Brasil

  • Facebook

©2018 by psicólogocogntivocomportamental. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now